18 de Abril – Dia Nacional do Livro Infantil

O Instituto Akatu divulgou no site essa semana, esse riquíssimo material! Livros infantis sobre a temática da sustentabilidade e conscientização ambiental.

O Dia Nacional do Livro Infantil é comemorado em 18 de abril, dia do nascimento de Monteiro Lobato, um dos mais importantes escritores da literatura infanto-juvenil de nosso país. Aproveitando a data, o Instituto Akatu, por meio do Edukatu, plataforma gratuita e aberta de aprendizagem sobre consumo consciente e sustentabilidade, reforça a importância de os professores incentivarem nas crianças e adolescentes a leitura de livros de consumo consciente e sustentabilidade.

Muitos dos hábitos, conceitos e ideias que aprendemos durante a infância são levados para a fase adulta. “O consumo consciente, a preservação ambiental e a sustentabilidade são conceitos que devem ser trabalhados logo cedo com nossas crianças. Além dos conceitos, os mais novos costumam se espelhar no que fazem os adultos. Por isso, é fundamental que pais e professores, principalmente, deem bons exemplos diariamente. Afinal, valores devem ser partilhados e construídos juntos”, explica Silvia Sá, gerente de educação do Instituto Akatu.

Pensando em dar uma ajuda para professores, educadores, e até mesmo para os pais que querem inserir o tema do consumo consciente e sustentabilidade na educação dos pequenos, o Instituto Akatu selecionou uma lista com 10 livros infantis que podem ser muito úteis nesse momento: – O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry – O sonho de Lu Shzu, de Ricardo Gómez (Editora Mov Palavras) – Uma festa de cores, de Ronaldo Fraga e ilustração de Anna Göbel (Autêntica Editora) – Contos da natureza, de Dawn Casey (WMF Martins Fontes) – As Cores dos Pássaros, de Lucia Hiratsuka (Editora Rovelle) – Água para todo lado, de Rosana Jatobá (Grupo Plano B) – Será que eu compro?, de Rosana Jatobá (Grupo Plano B) – O homem que amava caixas, de Stephen Michael King (Brinque Book) – Lolo Barnabé, de Eva Furnari (Editora Moderna) – João – o menino mais rico do mundo, de Francisco Abreu (Editora Terceiro Nome).

Além dos livros, que são ótima ferramenta de educação, os professores e educadores podem complementar o processo educacional com as muitas atividades e recursos oferecidos pelo Edukatu. O Edukatu é a primeira rede de aprendizagem sobre os conceitos e práticas do consumo consciente e sustentabilidade para alunos e professores do Ensino Fundamental de todo o Brasil.

No espaço virtual disponível há circuitos de aprendizagem cheios de desafios para os estudantes explorarem, conteúdos exclusivos (vídeos, reportagens, planos de aula, atividades e jogos), além de uma comunidade virtual para trocar ideias com outras escolas.

Fonte:  Instituto Akatu e site www.akatu.org.br

 

CD- Sustentabiliarte no Catarse

Ajude meu sonho de ver muitas crianças felizes, criando e se emocionando ao escutar um simples som da natureza… Muitos educadores poderão desenvolver projetos a partir do estímulo auditivo, unindo música, dança, som e arte!

https://www.catarse.me/CdSustentabiliarte


 

O projeto

O Projeto Sustentabiliarte existe desde 2012, com o fundamento principal de disseminar conscientização ambiental através da arte. No início, era um blog, mas hoje já é um projeto que vem ajudando professores e educadores a elaborarem aulas conscientes, onde não há mais espaço para o desperdício de materiais, mas sim para a reutilização de diferentes suportes, visando à criação de obras artísticas sustentáveis.

Durante o processo criativo nas aulas de arte visuais, música e dança, eu, Gabriela Diaz, fundadora do projeto, coloco sons da natureza, do corpo humano, entre outros barulhos, para criar um ambiente harmônico é criativo, que estimule ao máximo a capacidade cerebral dos alunos. Hoje, a neurociência já atesta que atividades artísticas e musicais são fundamentais para o nosso desenvolvimento cognitivo. Nesse sentido, criei um CD, que foi produzido pelo Produtor musical Gustavo Sola (Red I Station). De inicio, eu utilizava os sons em minhas aulas, e a resposta dos alunos foi tão positiva, os resultados ao longo do ano de 2015 foram tão surpreendentes… Muitas crianças buscaram na mente e no coração sua potencialidade criativa, colocando no papel, na dança e na música suas emoções. E é de experiências emocionais que se vive a arte em suas diversas linguagens! Por isso, decidi, como no caso do blog, disponibilizar gratuitamente e para o máximo de educadores, escolas e professores de São Paulo esse seleto repertório de sons do “Universo”.

O CD será distribuído também em alguns pontos de encontro:

  • Parque Ibirapuera – Domingos em Junho
  • Faculdades com curso de Licenciatura Plena em Artes Visuais
  • E nas oficinas do Sustentabiliarte

Com certeza, quero chegar ao ponto de dividir minha visão com o Brasil Inteiro. Este é o volume I, já está saindo o volume 2, em que poderão ser trabalhados diferentes temas e até mesmo atividades de artes visuais, dança (expressão corporal), relaxamento, yoga, meditação e musicoterapia.

Ajude meu sonho de ver muitas crianças felizes, criando e se emocionando ao escutar um simples som… Muitos educadores poderão desenvolver projetos a partir do estímulo auditivo, unindo música, dança, som e arte!

CD Sustentabiliarte : Tempo&Som&Espaço (Volume 1)

Orçamento

O dinheiro será utilizado para pagar o produtor musical e a prensagem do CD e arte (capa,encarte e arte final).

  • Produtor musical (mixagem + master) : R$ 1.000,00 (valor abaixo do mercado, por apoiar o projeto).
  • CD 1.000 (mil cópias) – R$ 2.500,00
  • Arte: (capa, encarte, arte final) – R$ 500,00
  • Selo independente
  • Distribuição de 1.000 cópias gratuitas ao público educacional.

Revista de literatura educacional de sustentabilidade

O conteúdo disponível no post de hoje é de extrema valia para os interessados nos seguintes temas:

  • SUSTENTABILIDADE EDUCACIONAL
  • ECOPEDAGOGIA
  •  CIDADANIA PLANETÁRIA

Esse material é praticamente um presente! Tem tudo o que você educador precisa saber… Ao lê-lo, será difícil conter as emoções, é um lindo trabalho realizado por Alessio Surian.

 O que de fato é uma VIDA SUSTENTÁVEL?

“estilo de vida que harmoniza a ecologia humana e a ambiental mediante tecnologias apropriadas, economias de cooperação e o empenho individual. É um estilo de vida intencional que se caracteriza pela responsabilidade pessoal, serviço aos demais e uma vida espiritual com sentido. Um estilo de vida sustentável relaciona-se com a ética na gestão do meio ambiente e na economia, buscando satisfazer as necessidades de hoje em equilíbrio com as necessidades das futuras gerações”.

Moacir Gadotti (2009, p. 74)

 

REVISTA DE LITERATURA EDUCACIONAL DE SUSTENTABILIDADE


 

Em PDF. no link abaixo:

http://www.forummundialeducacao.org/documentos/sustentabilidade.pdf

Site:

http://www.forummundialeducacao.org/?page_id=1875

ES Logo HiRes

CRIATIVIDADE & SILHUETAS

😘❤️✅🌐🌈Vamos começar a história…

Essa atividade é muito divertida… Primeiro iremos dividir as crianças em dois grupos ou quantos forem necessários. Diga para as crianças desenharem as silhuetas umas das outras no chão, lembrando que elas terão que inventar uma história a partir das silhuetas desenhadas no chão!
O objetivo é fazer com que as crianças criem e aprendam a narrar histórias em público, usando toda sua imaginação e aprendendo a trabalhar em grupo.
Estimular a criança a falar em público ajuda desenvolver sua locução verbal e vencer a sua timidez  (caso haja resistência pela criança, respeite, aos poucos ela participará). Por isso, digo que realize atividades como essa sempre que possível.  Pois na fase entre 6 a 12 anos muitas crianças não são expostas a “desafios” aonde elas terão que apresentar uma proposta verbal. Atividades focadas nessa proposta (apresentação verbal) ajudam muito, para que futuramente a criança desenvolva um repertório vocal rico e consciente. Deixando para traz traumas e a timidez, que muitas vezes, devem ser  “quebrada” nessa etapa da vida, na construção de valores, bem, entre os 6 até os 12 anos de idade.
 #sustentabiliarte #sustentabilidade #sostenible #arteecologica #arte #sustainability #artesustentavel #artkids #art #artchildrem  #natureza #educacao
#educar  #vida #life #nature #suatentavel #reciclar #reaproveitar #reutilizar #ecologia #planetaterra #neurociencia
#ecopedagogia #eco  #ecoart

Apoie a concretização do sonho dos nossos educandos

Educadores sem fronteiras

A Missão

Apoiar crianças e adolescentes em risco social, proporcionando o desenvolvimento das potencialidades do cidadão, através da educação complementar e da democratização do conhecimento.

 

Apoie a concretização do sonho de um de nossos educandos com uma doação. Todos os recursos arrecadados são utilizados para:

  1. Dar condições para que educandos carentes tenham acesso a uma educação de qualidade.
  2. Manter a estrutura necessária para que a organização produza resultados efetivos e promova transformações sociais

    Qualquer valor faz diferença, mas sugerimos R$ 10, R$ 20 ou R$ 50 para pessoas físicas e R$ 100, R$ 200 ou R$ 500 para pessoas jurídicas.

    Faça a sua doação agora mesmo. É só clicar:  http://www.educadoressemfronteiras.org.br/home#!faca_parte

 

EDUCADORES SEM FRONTEIRAS

A Missão

Apoiar crianças e adolescentes em risco social, proporcionando o desenvolvimento das potencialidades do cidadão,

através da educação complementar e da democratização do conhecimento.

 

SITE:http://www.educadoressemfronteiras.org.br

 

Manifesto dos Educandos Sem Fronteiras –

com João Signorelli o “Gandhi”

 

 

 

27 de Maio: Dia da Mata Atlântica

Ela protege uma das mais ricas biodiversidades do mundo, oferece locais de beleza cênica sem igual, contribui com o fornecimento de água para mais da metade da população brasileira e na regulação do clima de algumas das maiores cidades do país. É impossível falar da Mata Atlântica, uma das florestas mais exuberantes do mundo, sem usar superlativos para dimensionar sua importância e evidenciar sua urgente proteção. Restam apenas 7% do bioma em seu estado natural e 60% dos animais ameaçados de extinção do país dependem desse ambiente para sobreviver.

Nesta terça-feira, 27 de maio, comemora-se o Dia da Mata Atlântica. A data marca a necessidade de barrar o desmatamento, recuperar o que foi degradado, ampliar o número de áreas protegidas, públicas e privadas, e melhorar a gestão daquelas que já existem. Os principais núcleos de resistência da floresta são as áreas já protegidas, ou seja, parques públicos e reservas particulares criados por lei.
Setenta anos depois de criada a primeira unidade de conservação – o Parque Nacional do Itatiaia – para evitar a destruição de trechos fundamentais do bioma, agora o desafio é aperfeiçoar a infra-estrutura e o modelo de gestão dos parques para que o visitante destas áreas passe a ser mais um aliado na conservação da Mata Atlântica.
“À medida que as pessoas conheçam e descubram para que servem as unidades de conservação e a relação direta dessas áreas com sua qualidade de vida, elas passarão a apoiar e contribuir para que elas se perpetuem, tornando-se aliadas da conservação ambiental”, aposta a coordenadora do Programa Mata Atlântica do WWF-Brasil, Luciana Simões.

Temos que proteger esses 7% que ainda restam com unhas e dentes!!! Não podemos deixar que esse bioma se acabe…

 

Fonte do texto: http://www.wwf.org.br/ – Boletim WWW- Brasil Maio de 2009.

Fonte da Foto (Perereca exclusiva da Mata Atlântica): WWF – Brasil/ Instituto Ekos Brasil/ Mauricio Forlani

Viva a Mata 2014 – Espaço Bichos – ECOANIMAIS

A 10º edição do “Viva a Mata: Encontro Nacional pela Mata Atlântica“ aconteceu entre os dias 23 e 25 de maio, das 09h às 18h, na Marquise do Parque Ibirapuera, em São Paulo. O evento celebra o Dia Nacional da Mata Atlântica, comemorado oficialmente em 27 de maio. E o Sustentabiliarte ficou responsável pela oficina Ecoanimais no Espaço Bichos.

Confira as fotos do evento: 

IMG_6148 IMG_6193 IMG_6241 IMG_6182IMG_6358IMG_6359IMG_6360

Feitas de Lixo, Esculturas são inspiradas em Ficção Científica

ma reflexão sobre a anatomia do consumo, onde partes  dos produtos são oriundos  do descarte.

São peças únicas assinadas e batizadas pelo artista  italiano Andrea Petrachi . Estas esculturas,  ultrapassam o material do cotidiano e transformam-se em uma visão inspirada entre ficção científica e vídeo games .Fontes de uma cultura subterrânea  com um toque intrigante de bom humor!

Site: http://www.andreapetrachi.com/home_______________.html

 

DSC_1037

shapeimage_1 shapeimage_1-3 shapeimage_1-5

Fonte: http://atitudesustentavel.com.br/blog/2014/03/31/feitas-de-lixo-esculturas-sao-inspiradas-em-ficcao-cientifica/