Os alunos precisam saber disso!

Uma verdade que não estará nas apostilas… muito menos em livros didáticos. Mas  educadores que acreditam na educação como fonte de conhecimento, devem  compartilhar essa mensagem!

  • A mentira em que vivemos – Legendado
  • O grande ditador – Legendado.
  • Robert Happé – Não pense sinta

22 de Abril – Dia Internacional da TERRA

PLANETA TERRA, GAIA, PACHAMAMA É A NOSSA CASA, CUIDE DELA!

 

Como surgiu o Dia Internacional da Terra


Terra_teka_03
O Dia da Terra foi criado pelo senador americano Gaylord Nelson.
Em 22 de abrl de 1970, o político convocou o que foi considerado o primeiro protesto contra a poluição. De acordo com dados divulgados na época, mais de 20 milhões de pessoas participaram do ato em todos os EUA.
Foi adotado internacionalmente em 1990, e então é festejado a cada 22 de abril.
O Dia da Terra refere-se à tomada de consciência dos recursos naturais da Terra e seu manejo, à educação ambiental e à participação como cidadãos ambientalmente conscientes e responsáveis.
O objetivo principal é conscientizar aos habitantes do planeta Terra a importância e a necessidade da conservação dos recursos naturais do mundo.
Hoje, o Dia da Terra é celebrado em mais de 190 países, com a participação de cerca de 1 bilhão de pessoas.

O NOSSO PLANETA TERRA


A Terra tem em torno de 4,5 bilhões de anos e existem várias teorias para o “nascimento” do planeta.
A Terra é o terceiro planeta do Sistema Solar, tendo a Lua como seu único satélite natural.
A Terra tem 510,3 milhões de km2 de área total, sendo que aproximadamente 97% é composto por água (1,59 bilhões de km3). A quantidade de água salgada é 30 vezes a de água doce, e 50% da água doce do planeta está situada no subsolo.

A atmosfera terrestre vai até cerca de 1.000 km de altura, sendo composta basicamente de nitrogênio, oxigênio, argônio e outros gases.

Há 400 milhões de anos a Pangéia reunia todas as terras num único continente. Com o movimento lento das placas tectônicas (blocos em que a crosta terrestre está dividida), 225 milhões de anos atrás a Pangéia partiu-se no sentido leste-oeste, formando a Laurásia ao norte e Godwana ao sul e somente há 60 milhões de anos a Terra assumiu a conformação e posição atual dos continentes.

O relevo da Terra é influenciado pela ação de vários agentes (vulcanismo), abalos sísmicos, ventos, chuvas, marés, ação do homem) que são responsáveis pela sua formação, desgaste e modelagem. O ponto mais alto da Terra é o Everest no Nepal/ China com aproximadamente 8.848 metros acima do nível do mar. A Terra já passou por pelo menos 3 grandes períodos glaciais e outros pequenos.

A reconstituição da vida na Terra foi conseguida através de fósseis, os mais antigos que conhecemos datam de 3,5 bilhões de anos e constituem em diversos tipos de pequenas células, relativamente simples. As primeiras etapas da evolução da vida ocorreram em uma atmosfera anaeróbia (sem oxigênio).

As teorias da origem da vida na Terra, são muitas, mas algumas evidências não podem ser esquecidas. As moléculas primitivas, encontradas na atmosfera, compõe aproximadamente 98% da matéria encontrada nos organismos de hoje. O gás oxigênio só foi formado depois que os organismos fotossintetizantes começaram suas atividades. As moléculas primitivas se agregam para formar moléculas mais complexas.

A evidência disso é que as mitocôndrias celulares possuam DNA próprio. Cada estrutura era capaz de se satisfazer suas necessidades energéticas, utilizando compostos disponíveis. Com este aumento de complexidade, elas adquiriram capacidade de crescer, de se reproduzir e de passar suas características para as gerações subseqüentes.

A população humana atual da Terra é de aproximadamente 6 bilhões de pessoas e a expectativa de vida é em média de 65 anos.

Para mantermos o equlíbrio do planeta é preciso consciência dessa importância, a começar pelas crianças. Não se pode acabar com os recursos naturais, essenciais para a vida humana, pois não haverá como repô-los. O pensamento deve ser global, mas a ação local, como é tratado na Agenda 21.

 

Problemática



A temperatura média da Terra gira em torno de 15º C. Isso ocorre porque existem naturalmente gases, como o dióxido de carbono, o metano e o vapor d´água em nossa atmosfera que formam uma camada que aprisiona parte do calor do Sol. Se não fossem esses gases, a Terra seria um ambiente gelado, com temperatura média de -17º C. Esse fenômeno é chamado de efeito estufa. Não fosse por ele, a vida na Terra não teria tamanha diversidade.

Só que desde a revolução industrial, começamos a usar intensivamente o carbono estocado durante milhões de anos em forma de carvão mineral, petróleo e gás natural, para gerar energia, para as indústrias e para os veículos.

Somente no último século, a temperatura da Terra aumentou em 0,7º C. Parece pouco, mas esse aquecimento já está alterando o clima em todo o planeta.

O homem é o principal responsável por este problema. E é ele que precisa encontrar soluções urgentes para vitar grandes catástrofes.

FONTE: http://cmqv.org/website/artigo.asp?cod=1461&idi=1&moe=212&id=15800

 

19 DE ABRIL DIA DO ÍNDIO

A comunidade indígena pede SOCORRO em silêncio por não ser ouvida!

E nós educadores temos o dever de ser essa voz latente e pura… Ecoando nas paredes das nossas escolas.

Criar atividades para contemplar essa data é muito importante e consciente, afinal, é a nossa ancestralidade, nosso sangue, seu e meu DNA e a nossa essência.

Vamos conscientizar os alunos que o ser humano pode sim viver em harmonia com a natureza, as comunidades indígenas são um ótimo exemplo disso.

Proposta


Para todas as turmas. Educação Infantil, Fundamental e Médio!

Pinte, dance, brinque e deguste tudo que for da temática indígena!

Nesse site você encontrará muitas ideias:

http://pibmirim.socioambiental.org/como-vivem/brincadeiras/

http://pibmirim.socioambiental.org/artes

http://pibmirim.socioambiental.org/como-vivem/alimentacao

 

18 de Abril – Dia Nacional do Livro Infantil

O Instituto Akatu divulgou no site essa semana, esse riquíssimo material! Livros infantis sobre a temática da sustentabilidade e conscientização ambiental.

O Dia Nacional do Livro Infantil é comemorado em 18 de abril, dia do nascimento de Monteiro Lobato, um dos mais importantes escritores da literatura infanto-juvenil de nosso país. Aproveitando a data, o Instituto Akatu, por meio do Edukatu, plataforma gratuita e aberta de aprendizagem sobre consumo consciente e sustentabilidade, reforça a importância de os professores incentivarem nas crianças e adolescentes a leitura de livros de consumo consciente e sustentabilidade.

Muitos dos hábitos, conceitos e ideias que aprendemos durante a infância são levados para a fase adulta. “O consumo consciente, a preservação ambiental e a sustentabilidade são conceitos que devem ser trabalhados logo cedo com nossas crianças. Além dos conceitos, os mais novos costumam se espelhar no que fazem os adultos. Por isso, é fundamental que pais e professores, principalmente, deem bons exemplos diariamente. Afinal, valores devem ser partilhados e construídos juntos”, explica Silvia Sá, gerente de educação do Instituto Akatu.

Pensando em dar uma ajuda para professores, educadores, e até mesmo para os pais que querem inserir o tema do consumo consciente e sustentabilidade na educação dos pequenos, o Instituto Akatu selecionou uma lista com 10 livros infantis que podem ser muito úteis nesse momento: – O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry – O sonho de Lu Shzu, de Ricardo Gómez (Editora Mov Palavras) – Uma festa de cores, de Ronaldo Fraga e ilustração de Anna Göbel (Autêntica Editora) – Contos da natureza, de Dawn Casey (WMF Martins Fontes) – As Cores dos Pássaros, de Lucia Hiratsuka (Editora Rovelle) – Água para todo lado, de Rosana Jatobá (Grupo Plano B) – Será que eu compro?, de Rosana Jatobá (Grupo Plano B) – O homem que amava caixas, de Stephen Michael King (Brinque Book) – Lolo Barnabé, de Eva Furnari (Editora Moderna) – João – o menino mais rico do mundo, de Francisco Abreu (Editora Terceiro Nome).

Além dos livros, que são ótima ferramenta de educação, os professores e educadores podem complementar o processo educacional com as muitas atividades e recursos oferecidos pelo Edukatu. O Edukatu é a primeira rede de aprendizagem sobre os conceitos e práticas do consumo consciente e sustentabilidade para alunos e professores do Ensino Fundamental de todo o Brasil.

No espaço virtual disponível há circuitos de aprendizagem cheios de desafios para os estudantes explorarem, conteúdos exclusivos (vídeos, reportagens, planos de aula, atividades e jogos), além de uma comunidade virtual para trocar ideias com outras escolas.

Fonte:  Instituto Akatu e site www.akatu.org.br

 

CD- Sustentabiliarte no Catarse

Ajude meu sonho de ver muitas crianças felizes, criando e se emocionando ao escutar um simples som da natureza… Muitos educadores poderão desenvolver projetos a partir do estímulo auditivo, unindo música, dança, som e arte!

https://www.catarse.me/CdSustentabiliarte


 

O projeto

O Projeto Sustentabiliarte existe desde 2012, com o fundamento principal de disseminar conscientização ambiental através da arte. No início, era um blog, mas hoje já é um projeto que vem ajudando professores e educadores a elaborarem aulas conscientes, onde não há mais espaço para o desperdício de materiais, mas sim para a reutilização de diferentes suportes, visando à criação de obras artísticas sustentáveis.

Durante o processo criativo nas aulas de arte visuais, música e dança, eu, Gabriela Diaz, fundadora do projeto, coloco sons da natureza, do corpo humano, entre outros barulhos, para criar um ambiente harmônico é criativo, que estimule ao máximo a capacidade cerebral dos alunos. Hoje, a neurociência já atesta que atividades artísticas e musicais são fundamentais para o nosso desenvolvimento cognitivo. Nesse sentido, criei um CD, que foi produzido pelo Produtor musical Gustavo Sola (Red I Station). De inicio, eu utilizava os sons em minhas aulas, e a resposta dos alunos foi tão positiva, os resultados ao longo do ano de 2015 foram tão surpreendentes… Muitas crianças buscaram na mente e no coração sua potencialidade criativa, colocando no papel, na dança e na música suas emoções. E é de experiências emocionais que se vive a arte em suas diversas linguagens! Por isso, decidi, como no caso do blog, disponibilizar gratuitamente e para o máximo de educadores, escolas e professores de São Paulo esse seleto repertório de sons do “Universo”.

O CD será distribuído também em alguns pontos de encontro:

  • Parque Ibirapuera – Domingos em Junho
  • Faculdades com curso de Licenciatura Plena em Artes Visuais
  • E nas oficinas do Sustentabiliarte

Com certeza, quero chegar ao ponto de dividir minha visão com o Brasil Inteiro. Este é o volume I, já está saindo o volume 2, em que poderão ser trabalhados diferentes temas e até mesmo atividades de artes visuais, dança (expressão corporal), relaxamento, yoga, meditação e musicoterapia.

Ajude meu sonho de ver muitas crianças felizes, criando e se emocionando ao escutar um simples som… Muitos educadores poderão desenvolver projetos a partir do estímulo auditivo, unindo música, dança, som e arte!

CD Sustentabiliarte : Tempo&Som&Espaço (Volume 1)

Orçamento

O dinheiro será utilizado para pagar o produtor musical e a prensagem do CD e arte (capa,encarte e arte final).

  • Produtor musical (mixagem + master) : R$ 1.000,00 (valor abaixo do mercado, por apoiar o projeto).
  • CD 1.000 (mil cópias) – R$ 2.500,00
  • Arte: (capa, encarte, arte final) – R$ 500,00
  • Selo independente
  • Distribuição de 1.000 cópias gratuitas ao público educacional.

Semana da água – Som para relaxar

Depois da aula sobrou aqueles 10 ou 15 minutos… Que tal fazer uma aula de relaxamento, contar uma história levando seus alunos a vivenciar uma experiencia de ir até uma cachoeira, ou uma ilha … Divida o tempo em dois momentos ou use um som para cada dia!

Crianças têm uma grande imaginação, vivenciam experiências únicas…. basta uma simples iniciativa!

Era uma vez… no… 15 crianças (numero de alunos), viajaram para (uma mata, ilha e etc…) e se deparam com uma linda…. enorme… com muitos (animais ex: aves, peixes,) um arco-íris se formou no céu, o sol e a lua estavam lá….use a sua imaginação! Escute a voz do seu coração…

Mandalas de Areia

Essa aula enfatiza o espírito em equipe e de fato prova aos participantes como é essencial desenvolvermos trabalhos coletivos.

Mandala significa círculo em sânscrito. Aqui, ela designa um diagrama simbólico de uma mansão sagrada, o palácio de uma divindade meditacional, representando todas as qualidades iluminadas. A palavra tibetana para mandala é kyilkhor (tib. dkyil khor), centro-círculo. Cada mandala é associada a uma certa divindade; porém, essas divindades não são “deuses” ou “deusas”, mas budas (tib. sangs rgyas/ sangye), seres iluminados que demonstram sua compaixão, sabedoria e habilidade para liberar todos os seres do sofrimento e levá-los ao despertar.

As mandalas de areia


As complexas mandalas, utilizam diversas cores de areia, que são adicionadas ao esboço geométrico utilizando um instrumento chamado chak-pur. Como uma espécie de funil metálico, nele está a areia, que é liberada a partir da vibração do material ao entrar em contato com uma varinha, que fica na outra mão do monge. Dessa forma, é possível controlar a areia como se fosse um líquido e, a partir disso, colorir a mandala.

Assim que a arte fica pronta, ela é destruída. Parte da areia é distribuída para o público, enquanto que o restante é liberado no rio mais próximo como forma de, simbolicamente, espalhar a paz e a cura mentalizada pelos monges no mundo.

O objetivo, segundo eles, é enfatizar a inconstância da vida.

mandala-de-areia-o-simbolismo-da-arte-tibetana-blog-sobre-budismo

Proposta

De 6 a 14 anos

 

Sempre inicie uma atividade pela roda de conversaassim você poderá saber quem já fez essa atividade anteriormente, dando a oportunidade da criança se expressar oralmente ao dividir sua experiência com o grupo. Nesse momento o professor/educador poderá analisar esteticamente  uma imagem/foto de uma mandala de areia com o grupo, fazer alguns apontamentos pertinentes ao repertório artístico do grupo. Agora elas assistirão a um vídeo educativo, nesse caso, de monges Tibetanos construindo uma mandala de areia, durante o vídeo faça pequenas pausas, e conversem sobre: trabalho em equipe, respeito, tolerância, calma, bondade, concentração, foco, generosidade, determinação e desapego “material”. Valores que serão visualizados no vídeo. Após assistirem, iniciam-se o processo criativo das mandalas, nessa etapa deixem que eles se organizem com o material, veja se o grupo demostra afinidade ou dificuldade  em trabalhar de forma colaborativa. Não esqueça de colocar uma música ambiental! De preferencia a mantras tibetanos (sino tibetano). Ao finalizarem as mandalas… é a hora de cada um falar sobre a experiência adquirida, no fechamento/ exposição o educador poderá fazer diversas perguntas, como: você gostou da música? A textura do material te lembra algo?  Você ficou triste em desmanchar a mandala? Se possível, deixe que eles levem pra casa um pouquinho da mandala, coloque num potinho, ou saquinho e amarre.

Material

  • Areia colorida (pode ser de maisena com anilina)
  • pedrinhas coloridas
  • tampas de pizza
  • saquinho ou potinho para levar
  • música ambiental – sino tibetano

Vídeo educativo

Música Ambiental

Fotos

 

Revista de literatura educacional de sustentabilidade

O conteúdo disponível no post de hoje é de extrema valia para os interessados nos seguintes temas:

  • SUSTENTABILIDADE EDUCACIONAL
  • ECOPEDAGOGIA
  •  CIDADANIA PLANETÁRIA

Esse material é praticamente um presente! Tem tudo o que você educador precisa saber… Ao lê-lo, será difícil conter as emoções, é um lindo trabalho realizado por Alessio Surian.

 O que de fato é uma VIDA SUSTENTÁVEL?

“estilo de vida que harmoniza a ecologia humana e a ambiental mediante tecnologias apropriadas, economias de cooperação e o empenho individual. É um estilo de vida intencional que se caracteriza pela responsabilidade pessoal, serviço aos demais e uma vida espiritual com sentido. Um estilo de vida sustentável relaciona-se com a ética na gestão do meio ambiente e na economia, buscando satisfazer as necessidades de hoje em equilíbrio com as necessidades das futuras gerações”.

Moacir Gadotti (2009, p. 74)

 

REVISTA DE LITERATURA EDUCACIONAL DE SUSTENTABILIDADE


 

Em PDF. no link abaixo:

http://www.forummundialeducacao.org/documentos/sustentabilidade.pdf

Site:

http://www.forummundialeducacao.org/?page_id=1875

ES Logo HiRes

CRIATIVIDADE & SILHUETAS

😘❤️✅🌐🌈Vamos começar a história…

Essa atividade é muito divertida… Primeiro iremos dividir as crianças em dois grupos ou quantos forem necessários. Diga para as crianças desenharem as silhuetas umas das outras no chão, lembrando que elas terão que inventar uma história a partir das silhuetas desenhadas no chão!
O objetivo é fazer com que as crianças criem e aprendam a narrar histórias em público, usando toda sua imaginação e aprendendo a trabalhar em grupo.
Estimular a criança a falar em público ajuda desenvolver sua locução verbal e vencer a sua timidez  (caso haja resistência pela criança, respeite, aos poucos ela participará). Por isso, digo que realize atividades como essa sempre que possível.  Pois na fase entre 6 a 12 anos muitas crianças não são expostas a “desafios” aonde elas terão que apresentar uma proposta verbal. Atividades focadas nessa proposta (apresentação verbal) ajudam muito, para que futuramente a criança desenvolva um repertório vocal rico e consciente. Deixando para traz traumas e a timidez, que muitas vezes, devem ser  “quebrada” nessa etapa da vida, na construção de valores, bem, entre os 6 até os 12 anos de idade.
 #sustentabiliarte #sustentabilidade #sostenible #arteecologica #arte #sustainability #artesustentavel #artkids #art #artchildrem  #natureza #educacao
#educar  #vida #life #nature #suatentavel #reciclar #reaproveitar #reutilizar #ecologia #planetaterra #neurociencia
#ecopedagogia #eco  #ecoart

Sustentabilidade Ecológica

A sustentabilidade ecológica é o que precisamos para se manter vivos no planeta terra, significa que temos que preservar os recursos naturais para poder utilizá-los no futuro. Hoje nós já consumidos muitos mais do que produzimos, estamos tirando mais da terra do que ela pode oferecer, o que no futuro, poderá causar desastres ecológicos, pobreza, fome e extinção.

Por isso o estudar nosso ecossistema é tão importante, é preciso aplicar a sustentabilidade no dia a dia e nas grandes sustentabilidade2 231x300 Sustentabilidade Ecológica corporações, ou seja, diminuir o impacto ao meio ambiente e reconstruí-lo, a exemplo: utilizar a madeira, mas fazer o reflorestamento para garantir seu uso no futuro.

Ou seja, a sustentabilidade ecológica é um ciclo de uso da matéria prima encontrada na Terra, utilizar os recursos de hoje pensando no dia de amanhã. Este ciclo permite que a evolução ocorra, mas sem causar danos irreversíveis ao planeta, é uma forma de prevenção e responsabilidade que as empresas e instituições deveriam realizar, mas já sabemos que não é o que geralmente acontece.

As organizações empresariais têm um papel muito importante a desempenhar para garantir a sustentabilidade ambiental. Eles precisam chegar a um modelo de negócio que não apenas os beneficie, mas também contribui para a segurança do ambiente e da sociedade.

De acordo com especialistas, a sustentabilidade ecológica pode ser considerada umas bases fortes para garantir o desenvolvimento sustentável, é preciso focar no bem estar ambiental e social, juntamente com o crescimento econômico. Portanto, os governos, bem como empresas de todo o mundo precisam considerar este aspecto para melhores resultados.

Nós precisamos entender que para preservar as nações futuras temos de iniciar a preservação hoje, para garantir que os recursos naturais permaneçam, e assim a raça humana pode continuar a viver, se estas medidas forem tomadas com eficiência e rapidez, podemos ter qualidade de vida e oferecer um desenvolvimento econômico e social igual para todos os povos, mas isso só ira acontecer se respeitarmos os limites da Terra.

Fonte: http://www.atitudessustentaveis.com.br/conscientizacao/sustentabilidade-ecologica/