BASES DA ECOLOGIA PROFUNDA

Surge partir de um pensamento filosófico a Ecologia profunda, fundada pelo filósofo norueguês Arne Naess, no inicio da década de 70, com sua distinção entre “ecologia rasa” e “ecologia profunda”. Essa distinção ganha grande visibilidade atualmente para referir-se as divisões dos pensamentos ambientalistas contemporâneos.

Para Arne Naess, o único jeito de sensibilizar o homem para o problema ambiental é dar a ele, desde criança, a chance de entrar em contato com a natureza. Não importa se esse conato seja feito em um pequeno pedaço, o importante de fato, é que esse pedaço não esteja sobre o domínio do homem, uma natureza selvagem, intocada pela mão transformadora e degradadora do racionalismo humano.

Bases de ecologia profunda

  1. Todas as formas de vida possuem valor independentemente de sua utilidade para o homem. (Formas de vida são também rios, montanhas, ecossistemas, culturas e o próprio planeta.)
  2. A riqueza e a diversidade da natureza têm valor intrínseco e contribuem para o bem-estar da vida na Terra. (Não adianta preservar pequenas reservas, é preciso haver abundância.)
  3. Seres humanos não têm direito de reduzir essa riqueza, a não ser para satisfazer necessidades vitais. (A definição dessas necessidades deve levar em conta as características econômicas e sociais de cada povo.)
  4. O impacto da interferência do homem é excessivo e a situação piora bem depressa. (É preciso reduzir o consumo nos países ricos.)
  5. Para que a vida de todo tipo possa florescer, a população humana deve ser reduzida. (Estratégias de controle devem ser discutidas e desenvolvidas abertamente, sem radicalizações.)
  6. As estruturas econômicas, tecnológicas e ideológicas devem ser reformuladas. (O crescimento econômico difundido pelos países industrializados é incompatível com as formulações anteriores.)
  7. Mudanças ideológicas são fundamentais para melhorar a qualidade da vida. (Não confundir qualidade, que não se mede, com padrão de consumo.)
  8. Quem concorda com as formulações anteriores deve contribuir para implementar as mudanças necessárias. (Só as ações pacíficas são bem-vindas.)

 

Viagem  (Gabriela Mariah) pela Chapada Diamantina em busca de conexão com a Pachamama.