2015, Ano Internacional da Luz

É comum a afirmação de que “não poderíamos viver sem ela” e é também tido como certo que, sem luz, a vida não existiria. Em termos científicos, “luz” abrange toda a gama de radiações eletromagnéticas, desde as ondas muito longas (ondas rádio) até às mais energéticas, correspondentes a frequências muito elevadas (como raios X e raios gama). É toda essa “luz” que será abordada no programa que se prepara para preencher o Ano Internacional da Luz.

Captura-de-pantalla-2014-01-14-a-las-16.15.47

Foi em dezembro de 2013 que a Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) proclamou 2015 como o ano em que a Organização para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) promoveria a cooperação com outras entidades para o desenvolvimento de ações de sensibilização de políticos e cidadãos em geral – a nível mundial – para a importância da luz na vida e no bem-estar geral.

Desde logo se iniciaram trabalhos preparatórios (alguns dos quais conduziram já à concretização de ações efetivas), quer na elaboração de programas diversificados e ajustados às realidades de cada país, quer na mobilização de recursos humanos voluntários para a liderança de projetos e, ainda, para a indispensável obtenção de financiamento para as componentes em que ele é indispensável.

Foram já disponibilizados alguns recursos que, gratuitamente, os dinamizadores individuais e coletivos podem usar, nos quais se contam imagens obtidas a partir de satélites artificiais que tornam evidentes as assimetrias em diversas partes do planeta (com regiões profusamente iluminadas durante a noite enquanto outras permanecem praticamente às escuras) ou ainda o facto de, na maior parte dos casos, as lâmpadas serem bem visíveis do espaço, em contraste com a raridade dos casos em que o chão é diretamente iluminado, sem esbanjamento de luz para a atmosfera.

2015___ano_internacional_da_luz_by_devianteles-d85cyus

Fonte: SUPER 198 – Outubro 2014

29 de Maio – Dia Mundial da Energia

poupanca-energeticaNo dia 29 de maio comemora-se o “Dia Mundial da Energia”, data que tem por finalidade destacar a necessidade de poupar energia e, consequentemente, diminuir o impacto ambiental e preservar os recursos naturais. É também uma grande oportunidade para relembrar os benefícios que o uso de fontes renováveis traz não só para o meio ambiente, como também para a sociedade, já que sua utilização implica diminuição dos níveis de poluição e um crescimento baseado no desenvolvimento sustentável.

Porém, essa lógica parece ainda não ter sido adotada por boa parte da população. O estudo “Sustentabilidade ambiental no Brasil: biodiversidade, economia e bem-estar humano”, divulgado em fevereiro deste ano pelo Ipea, mostra que a indústria brasileira, por exemplo, tem se tornado menos eficiente no consumo de energia se comparado à produção. Isso quer dizer que esse setor do país tem gastado mais energia para produzir a mesma quantidade em reais. O ideal é que a produção aumente, mas que os gastos e malefícios gerados pelo mau uso da energia diminuam.

Além disso, pesquisas mostram que muitas vezes a preocupação com a quantidade e os tipos de energias utilizadas ainda é vista pelos governos, empresas e pela população em geral como uma questão secundária. Estimativas feitas pelo Instituto Internacional de Economia mostram que, se a população mundial não modificar seus hábitos, a demanda por energia projetada no mundo aumentará 1,7% ao ano até 2030, quando alcançará 15,3 bilhões de toneladas equivalentes de petróleo.

7298

Pensando na necessidade de reverter esse quadro, o SEPRORJ aproveita a data para dar algumas dicas de como poupar energia:

  • substitua uma lâmpada incandescente de 100W de potência por uma lâmpada fluorescente compacta equivalente (de alta eficiência);
  • apague o forno ou fogão momentos antes de terminar de preparar a sua refeição;
  • regule corretamente a temperatura do congelador;
  • verifique o consumo de energia de cada equipamento antes de comprá-lo;
  • desligue os aparelhos no botão, em vez de desligar no comando;
  • sempre que possível, seque a roupa ao sol e/ou vento;
  • crie o hábito de desligar a luz sempre que sair de um cômodo;
  • depois de carregar aparelhos como celulares, MP3 ou máquinas fotográficas retire o carregador da tomada, caso contrário, continuarão a gastar energia;
  • limpe o pó dos utensílios leves regularmente. Uma grande camada do pó pode bloquear até 50% da produção de luz;
  • use menos água quente, uma quantidade considerável de energia é utilizada para aquecer água.

 

energia_solar2

Faça a sua parte! Incorpore práticas como essas no seu dia a dia e ajude a construir um mundo melhor para aqueles que o habitam, e para as futuras gerações. E fique atento: a economia de energia é também um tema aberto à aplicação das TIC.

 

Fonte: http://www.amambainoticias.com.br/geral/29-de-maio-dia-mundial-da-energia