Férias: programação dos museus para passear com bebês e criança

O Sustentabiliarte apoia o lazer nas férias!


Um dos desafios para mães e pais de bebês e crianças pequenas é escolher um passeio que, além de entreter os pequenos nas férias, ofereça estrutura de atendimento adequada, com trocadores de fraldas, acessibilidade e bancos para descanso e amamentação.

Confira seis museus que oferecem tanto atividades especiais para famílias quanto facilidades que garantem o conforto dos pequenos para aproveitarem as férias escolares.

Confira:

Museu Catavento

O Museu Catavento é um espaço educativo e interativo com atrações e atividades para pessoas de todas as idades. Bebês com seus pais podem participar e se divertir em espaços como a sala “Engenho”, o Borboletário e o jardim do local. Com acesso para carrinhos de bebês, o museu também oferece bancos para todos descansarem, trocadores para bebês nos banheiros masculinos e femininos e enfermeiro no local.

Ingresso: R$6 (inteira) e R$3 (meia). Aos sábados a entrada é gratuita Crianças até três anos não pagam

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 9h às 17h (Bilheteria fecha às 16h)

Casa das Rosas

A Casa das Rosas, museu dedicado à poesia e à literatura, possui banheiro com trocador para bebês, cadeiras nas varandas, rampa de acesso e elevador. O carrinho de bebê, que pode ser guardado em uma sala reservada para esse fim. A entrada é gratuita.

Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) das 10h às 22h | domingos e feriados, das 10h às 18h.

Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo possui o projeto “PinaFamília”, realizado sempre no segundo domingo do mês.  O objetivo é estimular a visita de famílias ao museu e estimular a apreciação artística com atividades e visitas guiadas. A Pinacoteca conta com bancos distribuídos por todo o museu, trocadores para bebês nos banheiros masculinos e femininos, acesso para carrinho de bebê e elevadores.

Crianças até 9 anos não pagam. R$ 6 | Grátis aos sábados

O PinaFamília propõe um dia de atividades lúdicas para incluir toda a família e interagir com o museu de um jeito diferente.

Museu da Casa Brasileira

Com bancos espalhados por todo jardim, onde é possível sentar para descansar e também amamentar, o Museu da Casa Brasileira oferece acesso para carrinho de bebê e uma programação de oficinas educativas voltadas para crianças e sua família, como o “Encontros no quintal”, que acontece quinzenalmente no jardim do MCB para troca de ideias, experiências e realizações de atividades; a oficina de “Casinha”, que também acontece quinzenalmente, sempre às quartas-feiras, onde os participantes são convidados a construir modelos de casa com materiais não estruturados, a partir de suas lembranças e memórias.   O espaço também possui trocadores para bebês nos banheiros masculinos e femininos.

Crianças até 10 anos não pagam. R$ 7 | Grátis aos sábados, domingos e feriados

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas) das 10h00 às 18h00

Museu da Imagem e do Som (MIS-SP)

No último domingo do mês, o MIS-SP realiza a Maratona Infantil, um dia repleto de atividades voltadas para crianças e suas famílias. Os visitantes podem aproveitar inúmeras atrações, tais como oficinas, espetáculos, contação de histórias e shows. O espaço possui trocadores para bebês nos banheiros masculinos e femininos, elevador para acesso com carrinho de bebê e banco para descanso.

Ingresso: gratuito às terças-feiras; consulte valores nos outros dias, que variam de acordo com a exposição. Crianças até cinco anos não pagam.

Funcionamento: terça a sexta, (fechado às segundas) das 12h às 21h | sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h.

Museu Afro Brasil

Com trocadores de fralda nos banheiros femininos e masculinos, o Museu Afro Brasil oferece, no último sábado do mês, a contação de histórias “Aos Pés do Baobá”, onde crianças acompanhadas de seus pais podem conhecer narrativas africanas ou afro-brasileiras, seguida de bate-papo com os educadores do museu.

Ingresso: R$6 (inteira) e R$3 (meia). Aos sábados a entrada é gratuita. Crianças até 10 anos não pagam.

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 10h00 às 17h (Bilheteria fecha às 18h)

Museu do Futebol

O Museu do Futebol possui acessibilidade em todos os espaços. Com rampas de acesso, elevadores e escadas rolantes, é possível entrar com o carrinho de bebê nas salas do Museu. O espaço também possui trocadores de fraldas nos banheiros femininos e no banheiro unissex, permitindo um passeio mais confortável e divertido com o papai ou com a mamãe.

Ingresso: R$9 (inteira) e R$4,50 (meia). Grátis aos sábados

Funcionamento: terça a sexta-feira, das 9h às 17h (Bilheteria até às 16h). Sábados, domingos e feriados das 10h às 18h (bilheteria até às 17h)

Confira os endereços e horários em:

Fonte:https://catraquinha.catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/ferias-programacao-dos-museus-para-passear-com-bebes-e-criancas/

10 dicas para curtir as férias com menos telas e mais natureza

O mês das férias chegou e é hora de aproveitar o tempo livre. Para inspirar momentos em família mais conectados coma natureza – e menos conectados com as telas – Ana Carolina Thomé, pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica e Rita Mendonça, bióloga e socióloga,especialista em vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza, prepararam algumas dicas simples e que trazem muitas oportunidades para novas descobertas e brincadeiras.

E o Sustentabiliarte sabe que a natureza é o caminho….

1. Adulto, relembre da sua infância.

Temos certeza que muitos leitores tiveram experiências inesquecíveis em contato com a natureza. Por que não reviver estes momentos? Conte essas histórias para as crianças e façam estas brincadeiras acontecerem novamente.

10_dicas_para_curtir_as_ferias_com_menos_telas_e_mais_natureza__4

2. Vá a pé e faça novos caminhos
O caminho em si pode ser uma brincadeira. Saia sem pressa, faça novos trajetos para um mesmo destino. Descubram o que passa despercebido na nossa rotina. Observe a natureza se expressando espontaneamente nas frestas da calçada, nos muros e por toda parte, na cidade.

3. Adote a regra do dia ensolarado
As férias de inverno muitas vezes tem como empecilho para estar ao ar livre as temperaturas baixas, o vento, a garoa. Nossa sugestão é que façam um combinado com as crianças: o dia está ensolarado? Todos pra fora!

10_dicas_para_curtir_as_ferias_com_menos_telas_e_mais_natureza__5

4. Roupa certa
Seguimos o ensinamento que aprendemos nas escolas da floresta e já contamos por aqui: não existe tempo ruim mas sim roupa certa. Se está frio, vistam-se adequadamente para estar do lado de fora. Viver experiências em temperaturas diferentes é uma aventura única.

5. Sujeira
Pesquisas afirmam que se sujar de natureza faz parte da interação e é importante pra nossa saúde. É melhor gastar tempo e dedicação para lavar as roupas sujas do que com cuidados com doenças.

A "Vitamina S" é muito importante para o desenvolvimento na infância.

6. descubra novos parques e espaços pela cidade
Você conhece quantos parques tem a sua cidade? Muitas vezes acabamos visitando sempre os mesmos. Aproveite as férias para explorar novos espaços com tempo e disponibilidade.

7. Tempo e Disponibilidade
Quando estiverem com as crianças aproveitem pra aprender com elas. Não tenha pressa e deixe-as conduzir o passeio. Esteja aberto e disponível para ver, ouvir e sentir o que as crianças tem a mostrar.

10_dicas_para_curtir_as_ferias_com_menos_telas_e_mais_natureza__1

8. Desconecte-se
Use estes momentos para conectar -se com a natureza, com o mundo e com as crianças e desconecte-se dos smartphones, tablets.

10_dicas_para_curtir_as_ferias_com_menos_telas_e_mais_natureza__3

9. Memórias
Viva estes momentos e preocupe-se mais em registrá-los com a memória que com fotografias. Claro, fotografe estes momentos, mas preste atenção para não exagerar. As memórias são feitas com todos os sentidos e não apenas com a visão. Preste atenção em cheiros, sons, texturas e temperaturas.

10. Crie um diário
Criar um diário de férias junto com as crianças pode ser uma experiência para registrar estes passeios não apenas com o nosso olhar, mas com o deles. Anote as brincadeiras que mais gostaram, com quem estiveram, como estava o céu, o que encontraram, sensações que tiveram.

fonte: https://catraquinha.catracalivre.com.br/geral/familia/indicacao/curtir-as-ferias-com-menos-telas-e-mais-natureza/