Dia Internacional da Família 5 de maio

Origem do Dia da Família

Foi a Assembleia Geral da ONU que instituiu o 15 de maio como Dia Internacional da Família. A primeira vez que foi celebrado foi em 1994.

Com o Dia da Família as Nações Unidas procuram:

  • Divulgar a importância da família na sociedade;
  • Sublinhar o caráter basilar da família na educação das crianças;
  • Passar mensagens de amor, respeito e união, elementos essenciais para o relacionamento de todos os componentes da família;
  • Alertar a sociedade para os direitos e responsabilidades das famílias;
  • Sensibilizar os cidadãos para as questões sociais, econômicas e demográficas que afetam a família.

tumblr_m42l4nI8Ok1qhrpb2o1_500

40206319

 

 

REV-SOLUTION

Participe deste encontro global pelo meio ambiente. Coloque o seu perfil e encontre amigos para idealizar e realizar um projeto. Depois de pronto, divulgue pelo site!

​​Eles são uma plataforma online que proporciona um encontro global – e virtual – de pessoas que trabalham, gostam, se interessam ou apenas ouviram falar sobre meio ambiente, mas que mantêm alguma vontade de conhecer um pouco mais sobre o tema. E, quem sabe, fazer a diferença. Este é um escritório colaborativo online para todo tipo de pessoas. Com ele, trocar ideias ficou mais fácil e mais divertido.​

http://www.rev-solution.com/

faba24_937c8224312667094ca0edd018327c3f.jpg_srz_p_715_185_75_22_0.50_1.20_0.00_jpg_srz

Dia Mundial da Conscientização do Autismo

No dia de hoje, 2 de abril se comemora o Dia Mundial da Conscientização do Autismo que foi decretado pela Organização das Nações Unidas (ONU), pais, profissionais e governantes. Estes, se uniram para fazer um alerta sobre esta síndrome que cada vez mais afeta novas crianças.dia-mundial-da-conscientizac3a7c3a3o-do-autismo

Os transtornos do espectro autista, descritos inicialmente por Kanner em 1943, são considerados modernamente como um conjunto heterogêneo de síndromes clínicas que tem em comum uma tríade: comprometimento da interação social, comunicação verbal e não verbal e comportamentos repetitivos e estereotipados, que podem variar desde as formas mais leves até formas mais graves. A forma mais grave é o isolamento social completo e a indiferença às pessoas, já uma forma mais atenuada pode ser vista naqueles que não procuram espontaneamente o contato social mas aceitam ser procurados sem oferecer resistência alguma.

A etiopatogenia da doença é multifatorial dependendo de fatores genéticos e ambientais.

Pode ocorrer que pacientes autistas tenham as chamadas “ilhas de habilidades” onde podem manifestar facilidade no aprendizado da leitura, memória excepcional, dom para o desenho e outras áreas. É comum também uma certa obsessão por sistemas, habilidades avançadas para uso de máquinas, computadores, eletrônica.

O comportamento repetitivo pode ou não estar presente. Distúrbios do desenvolvimento da linguagem, epilepsia, transtornos neuropsiquiátricos e deficiência mental podem coexistir.

É uma síndrome mais comum do que se pensa, por exemplo, é mais comum do que se somarmos os casos infantis de câncer, diabetes e AIDS, juntos!

Atualmente o número mais aceito é a estimativa de que haja 2 milhões de pessoas com autismo, cerca de 1,0% da população.

autismoblog

Não existe tratamento médico específico para o autismo. Os medicamentos são utilizados para tratar as complicações neuropsiquiátricas. O tratamento mais eficaz consiste em reabilitação global, incluindo atuação de diversos profissionais como fonoaudiólogo, psicólogo comportamental, terapeuta ocupacional e o emprego de métodos psicoeducacionais e comportamentais bem como a inclusão em programa pedagógico em escola de de educação especial ou regular, de acordo com as perspectivas de cada paciente.

O diagnóstico precoce e um acompanhamento digno para estes pacientes é o passaporte para um mundo livre de discriminação, onde todos, apesar de suas limitações, possam alcançar seu potencial máximo.?????????????

 

 

Educação Ambiental – Ep. 1: Ecossistema e desequilíbrio ecológico

No episódio de estreia o biólogo Vinicius Thees, que irá nos guiar por esta jornada em defesa da natureza, fala sobre as consequências da ação do homem no meio ambiente. Descubra porque o mico é considerado uma praga no Rio de Janeiro e saiba como você pode ajudar a minimizar os impactos ambientais.

Como separar o Lixo

chessboard
Quando falamos em resíduos sólidos, estamos nos referindo a algo resultante de atividades de origem urbana, industrial, de serviços de saúde, rural, especial ou diferenciada. Esses materiais gerados nessas atividades são potencialmente matéria prima e/ou insumos para produção de novos produtos ou fonte de energia.
Ao segregarmos os resíduos, estamos promovendo os primeiros passos para sua destinação adequada. Permitimos assim, várias frentes de oportunidades como: a reutilização; a reciclagem; o melhor valor agregado ao material a ser reciclado; a melhores condições de trabalho dos catadores ou classificadores dos materiais recicláveis; a compostagem; menor demanda da natureza; o aumento do tempo de vida dos aterros sanitários e menor impacto ambiental quando da disposição final dos rejeitos.
Os catadores de materiais recicláveis receberam uma atenção especial na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), pois serão priorizados para acesso aos recursos e o Governo Federal estimula os municípios a implementarem a coleta seletiva com a participação de cooperativas ou associação de catadores de materiais recicláveis, constituída por pessoas de baixa renda. Também prioriza a participação dos catadores nos acordos previstos para viabilizar a logística reversa. Dessa forma, a campanha Separe o Lixo e Acerte na Lata tem o objetivo de facilitar o trabalho dos catadores de materiais recicláveis e, consequentemente aumentar o nível de reciclagem no Brasil.
O que é reciclável?
 É reciclável todo o resíduo descartado que constitui interesse de transformação de partes ou o seu todo. Esses materiais poderão retornar à cadeia produtiva para virar o mesmo produto ou produtos diferentes dos originais.
Por exemplo: Folhas e aparas de papel, jornais, revistas, caixas, papelão, PET, recipientes de limpeza, latas de cerveja e refrigerante, canos, esquadrias, arame, todos os produtos eletroeletrônicos e seus componentes, embalagens em geral e outros.
Como separar o lixo seco do lixo úmido?
Em dois recipientes diferentes deve separar de um lado restos de comida e do outro as embalagens de produtos em geral, tais como vidros,  papel, PET, latas e etc.
Por exemplo, na fração seca poderão ser destinados embalagens de produtos de limpeza, latas de bebidas em alumínio, latas de alimentos em aço, papel, garrafas PET, embalagens de vidro, dentre outras embalagens.
Na fração úmida, poderá ir, por exemplo, restos de alimentos, resíduos de banheiro, e os não recicláveis.

Sustentabilidade – o Que É – o Que Não É

Sustentabilidade – o Que É – o Que Não É

livro_sustentabilidade_perspectiva_21_isae
Editora: Vozes
A sustentabilidade representa, diante da crise socioambiental generalizada, uma questão de vida ou morte. O autor faz um histórico do conceito desde o século XVI até os dias atuais, submetendo a uma rigorosa crítica os vários modelos existentes de desenvolvimento sustentável.