Feira de Troca de Brinquedos

A campanha das feiras de troca de brinquedos surgiu em 2012. Na comemoração do dia das crianças daquele ano aconteceram mais de 50 feiras autônomas em todo o país. Em 2013, a iniciativa cresceu. Foram mais de 90 feiras em 47 cidades e 20 estados, além de 2 feiras fora do país (Portugal e Austrália).

troca

Passado o 12 de outubro, a iniciativa segue autônoma com mais feiras ao redor do país. Afinal, repensar o consumismo é atividade cotidiana e o Natal também é época de bombardeio de publicidade infantil. O site ficará disponível para que os eventos sejam inseridos e em 2014 a campanha focada no Dia das Crianças volta com força total.

O material de apoio para que pais, mães, organizações e movimentos realizem suas próprias feiras estará sempre disponível. Aqui mesmo tem tudo sobre como organizar sua feira.

Além de ser uma atividade divertida, as feiras de troca possibilitam entrosamento e socialização entre os pequenos. Muito mais do que trocar brinquedos que já não interessam como antes, a experiência é enriquecedora por dar novos significados a objetos antigos e afirmar que as relações não precisam ser pautadas na compra.

Boas trocas!

http://mobilizacao.alana.org.br/

 

tumblr_mupvh8PA561rctyzfo1_1280 tumblr_mupvh8PA561rctyzfo2_1280 tumblr_mupvh8PA561rctyzfo3_1280 tumblr_mupvh8PA561rctyzfo6_1280 tumblr_mupvh8PA561rctyzfo7_1280 tumblr_mupvh8PA561rctyzfo8_1280

Contatos: Para falar conosco, saber mais ou enviar informações sobre a sua feira, mande um e-mail para voluntariado@alana.org.br

Fonte: http://mobilizacao.alana.org.br/

Que tal, para variar, em vez de comprar, trocar?

O dia da criança passou trazendo alegria para a petizada que ganhou brinquedos novos. Pequenos, grandes, caríssimos ou baratinhos em oferta, não importa – a maioria dos pais gasta até o que não pode para ver um sorrisão no rosto de seus filhos. Tudo certo! Uma vez por ano está OK, mas tem também o Natal e o aniversário. Nessas épocas fica mais difícil refrear a onda de consumo que se abate sobre a maioria das pessoas, principalmente quando a propaganda apresenta tantos apelos.

Uma forma criativa e estimulante de dar uma maneirada no consumismo dos pequenos é através de feiras de troca de brinquedos. Uma experiência enriquecedora, que traz benefícios para as relações entre as pessoas e para a nossa relação com o planeta, evita o endividamento das famílias por causa dos gastos com a compra de novos brinquedos, reduz o uso de matéria-prima e exercita novas relações entre as crianças. Muitos benefícios em uma única experiência.

Sem precisar de uma Instituição ou Organização, qualquer cidadão poder criar esse tipo de evento. O Instituto Alana disponibiliza em seu site: http://mobilizacao.alana.org.br/ , todas as dicas para a organização da feira, além de um mural onde se pode divulgar o evento.

troca-550x495

Fonte:http://greenstyle.com.br/2013/que-tal-para-variar-em-vez-de-comprar-trocar/