PUBLICIDADE INFATIL

tumblr_mu1p0kK4q11rccy9mo1_1280Regular a publicidade dirigida ao público infantil é proteger a saúde das crianças.

Esse assunto deveria ser levado mais a sério pelas leis da publicidade brasileira, que fazem vista grossa ou pior ainda não se manifestam. Em país de corrupção escancarada, certeza que as propinas falam mais alto. O governo não se manifesta, deputados que deveriam fazer o seu papel, enrolam a cada dia…. Como mostra o Instituto Alana nessa postagem:

AGORA JÁ SÃO:

106 dias,10 horas,15 minutos sem relator na CCJC- DO PL 5921/2001

O PL 5921/2001, sobre regulação da publicidade infantil, chegou na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) no dia 19 de setembro e ainda está sem relator designado. Normalmente, a indicação do relator acontece apenas alguns dias após a chegada de um projeto de lei em uma comissão.

Estamos de olho e contando o tempo!

Você também pode ajudar:

• Telefone para a Presidência da CCJC (61) 3216-6483/6485/6491/6497 e pergunte quando o relator será designado.

• Mande um email para o presidente da Comissão, Dep. Décio Lima (PT-SC) dep.deciolima@camara.leg.br e pergunte quando ele indicará um relator para o PL 5.921/2001.

Nossas crianças não podem mais esperar!

FONTE:http://defesa.alana.org.br/post/63087761878/tempo-do-pl-da-publicidade-infantil-passando

Anúncios

Por que desenvolver a Ecopedagogia no ambiente escolar?

ESTE TEXTO FRISA A IMPORTÂNCIA DE EDUCAR PARA CIDADANIA PLANETáRIA.:

Segundo Gadotti (2010), estamos na era do conhecimento e a pedagogia tornou-se a ciência mais importante por promover a aprendizagem. Mas lembremos: somos todos aprendizes. O professor e o estudante aprendem juntos no currículo escolar e ensinam juntos o que descobrem. É preciso vivenciar a ideia de Paulo Freire: todo cidadão precisa passar por um processo educativo capaz de reconhê-lo como um agente transformador de sua própria realidade.plantio_site

Para conseguir socializar princípios e valores que levem professores e alunos a desenvolver este novo processo de esnsino-aprendizagem, é necessário adotar abordagens pedagógicas diferentes daquelas que normalmente são utilizadas, pois nem sempre a estrutura curricular facilita a tarefa de educar para a Cidadania Planetária.

A Ecopedagogia traz uma oportunidade de valorizar habilidades da essência humana e de incorporar uma cultura da sustentabilidade dentro do espaço escolar e, portanto, da sociedade.

Os sistemas educativos separam de tal modo os conteúdos disciplinares que a interdisciplinaridade se torna difícil. Além disso, os sistemas de avaliação baseiam-se, geralmente, num modelo competitivo em que as notas individuais se transformam na principal motivação dos alunos, impedindo assim a promoção de valores tais como a participação e a cooperação.

A Ecopedagogia, segundo Gutiérrez (2008), é um movimento que valoriza a pedagogia da Terra, a ética do cuidado e a cidadania planetária nos processos de educação ambiental, valorizando os princípios da Carta da Terra, documento planetário em prol de uma sociedade mais justa, sustentável, ecológica e pacífica. Nesse contexto, é proporcionada uma estrutura integrada e coerente para desenvolver programas e currículos educacionais que contribuem na busca de conexões e inter-relacionamentos entre as várias dimensões da educação ambiental.

Para iniciar um processo educativo baseado nos princípios da Carta da Terra e permeado pela Ecopedagogia, o site da Carta da Terra sugere:

• Analisar o modo como os padrões decorrentes do comportamento humano podem interferir negativamente no equilíbrio do nosso planeta.

• Refletir sobre o modo como, na maior parte das vezes, o desenvolvimento econômico ignora o seu impacto sobre o ambiente, sobre as relações sociais, sobre a justiça econômica e sobre os processos de democratização.

• Refletir sobre a seguinte pergunta: “Que conhecimento e que competências poderão ajudar os nossos alunos a tomar decisões éticas que promovam a justiça social, a proteção ambiental e a paz?”

PENSE NISSO!

meioambiente_20080710_A

FONTE: http://nativasocioambiental.com.br/blog/desenvolver-ecopedagogia-no-ambiente-escolar/

EDUCAÇÃO PROIBIDA

Educação Proibida é um documentário que visa  questionar a lógica da escola moderna e como compreender a educação, tornando visíveis as diferentes experiências educacionais  não convencionais, apontando assim,  a necessidade de um novo paradigma educacional.

O documentário é um projeto de jovens, envolvendo 8 países, entrevistando mais d 90 educadores de distintas alternativas educacionais.

O filme foi financiado juntamente por centenas de co-produtores e tem licenças livres que permite e incentiva a cópia e reprodução.

Educação Proibida reflete sobre os fundamentos que sustentam a escola, promover o desenvolvimento de uma educação integral centrada no amor, respeito, à liberdade e à aprendizagem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Básicamente… el animal humano es un animal de aprendizaje; nos gusta aprender; somos buenos en eso; no es necesario que se nos muestre como hacerlo. Lo que mata el proceso es la gente que interfiere con èl, trata de regularlo o controlarlo.”
John Holt

Sinopse

A escola já existe a mais de 200 anos e ainda é considerada a principal forma de acesso à educação. Hoje, a escola ea educação são conceitos amplamente discutidos no pârametro acadêmico, político público, institucional, mídia e sociedade de origem civil. A Escola tem sido caracterizada por estruturas e práticas hoje principalmente considerada obsoleta e ultrapassada. Nós dizemos não as necessidades do século XXI. Seu principal defeito é um projeto que não considera a natureza da aprendizagem, a liberdade de escolha e da importância do amor e laços humanos no desenvolvimento individual e coletivo.

A partir dessas reflexões e opiniões a propostas de educação prática é pensar diferente. “A Educação Proibida” é um documentário que procura recuperar e explorar suas idéias e visualizar as experiências que ousaram mudar a estrutura do modelo educativo da escola tradicional.

Mais de 90 entrevistas com educadores, acadêmicos, profissionais, autores, mães e pais, oito países da América Latina através de 45 experiências educacionais não convencionais, mais de 25 mil seguidores nas redes sociais antes de seu lançamento,  um total de 704 co-produtores. Um financiamento coletivo para “Educação Proibido” tornando-se um fenômeno único. Um projeto completamente independente de magnitude sem precedentes, o que explica a necessidade latente de crescimento e surgimento de novas formas de educação.

Perfeito é um curta metragem sobre o EGOÍSMO

Com um enredo educativo o curta Perfeito, é uma ótima pedida  para desenvolver com os alunos os problemas que encontramos quando o assunto é egoísmo. Afinal,  quem só enxergar seu próprio interesse nem sempre se dá bem.

Indicado para alunos acima do 4 º ano.

Criação, direção e produção – Mauricio Bartok

Música  -Andre Arruda  e Wiliam Roscito

Sound FX e Mix – Jose Miguel 

Assistam: