MEDITAÇÃO


A meditação é uma das maiores artes da vida, talvez a maior de todas.  Mas não se pode de modo nenhum aprende-lá de alguém, e é aí que está a beleza dela. (J. Krishnamurti).

A meditação exige uma mente sobremodo vigilante; a meditação é a compreensão da totalidade da vida, na qual não existe mais nenhuma espécie de fragmentação. Meditação não é controle de pensamento, porque, quando o pensamento é controlado, gera conflito na mente; mas, quando se compreende a estrutura e origem do pensamento, então ele não mais interfere. Essa compreensão da estrutura do pensar é a sua própria disciplina, que é a meditação. (J. k)

 KJuddi krishnamurti,  foi um filósofo, escritor, e educador indiano. Proferiu discursos que envolveram temas como revolução psicológica, meditação, conhecimento, liberdade, relações humanas, a natureza da mente, a origem do pensamento e a realização de mudanças positivas na sociedade global.

Para Krishnamurti ficar repetindo mantras, ou sentado em uma determinada postura, torna-se o ato mecânico. E é claro que  a mente se aquietará pela repetição, é uma forma de auto-hipnose. Esse fenômeno é praticado a milhares e anos na Índia, e é chamado de Mantra Ioga.

Como meditar, existe um método?

Meditação não é seguir um sistema; não é repetição e imitação constante. meditação não é concentração. Meditação é estar cônscio de cada pensamento e de cada sentimento, nunca dizer que ele é certo ou errado, porém simplesmente observar e acompanhar seu movimento. Nessa vigilância, compreender o movimento total do pensamento e do sentimento. E dessa vigilância vem o silêncio, esse silêncio é meditação.

Assim, a meditação pode verificar-se quando você está sentado num ônibus ou passeando numa floresta toda de luz e sombra, ou ouvindo  o canto dos pássaros, ou olhando o rosto de seu companheiro (a) ou do seu filho.

Na compreensão dada pela meditação há amor, e o amor não é fruto de sistemas, de hábitos, da observância de um método. O amor não pode ser cultivado pelo pensamento. O amor pode, talvez, nascer quando há silencio completo, um silencio no qual esteja de todo de ausente o meditador; e a mente só é capaz de silêncio quando compreende seu próprio movimento como pensamento e sentimento.

Crianças

Com as crianças podemos fazer os exercícios de respiração, ficar sentado fazendo mudras, sons com a boca e cantando. Durante essa fase a criança esta conhecendo seu próprio corpo. Cada criança poderá ficar livre pelo espaço, só existe um combinado, fazer silêncio total. Costumo trabalhar com histórias do imaginário criativo, colocar frequências sonoras e sons da natureza durante a atividade.

Processo

Em uma sala escura com tapetes ou no chão, ou num espaço verde com grama, relaxamos, fechamos os olhos e ficamos em silêncio. Em seguida, eu começo a imaginar uma história, algo do meu imaginário e vou contando em voz alta.  No final ficamos em um silencio absoluto, e aos poucos vamos retornando  para a sala de aula, praça ou parque….

Temas mais corriqueiros:

  • Luzes e cores, fumaça de luz, brilhos e energia
  • flutuar no universo, conhecer outro planetas, ver meteoros, cometas e estrelas
  • visitar a lua e o sol
  • ir para uma floresta como a amazônia e conhecer índios isolados na mata
  • sobrevoar montanhas enormes (sentar no pico do Everest).
  • entrar em grutas, vulcões e fendas
  • viajar até o polo norte
  • nadar em grandes cachoeiras,  rios e lagos
  • conhecer o núcleo da terra, entrando por uma fenda
  • mergulhar no fundo do mar e conhecer lugares remotos nos oceanos
  • entrar dentro de um cristal
  • viajar pelo arco-íris encantado
  • conhecer alienígenas no espaço

 

 

 

Anúncios