PROJETO

Buscando através das expressões artísticas, meditação e yoga despertar o nosso Inconsciente Ecológico.

As propostas são elaboradas a partir do conceito de ecologia profunda, difundindo ações auto-reflexivas aos futuros cidadãos planetários, tornando-os mais cooperativos e altruístas. As atividades oferecem às crianças e aos adultos a construção coletiva de obras artísticas conceituais, trabalhando muitas vezes os cinco sentidos de forma simultânea e criando um debate educativo sobre a atitude sustentável. Na meditação coletiva as ações são direcionadas e enriquecidas com música e histórias do imaginário criativo, posturas de Yoga para fortalecer a respiração e a consciência corporal.

Metodologia

Inicia-se pela roda de conversa, onde se firma a troca de experiências em um bate-papo descontraído, acolhedor e, frequentemente, saboroso. A proposta deve sempre contemplar os cinco sentidos, por meio de atividades sensoriais que os estimulem simultaneamente. Para acrescentar conteúdo informativo, sempre que possível, eu, por exemplo, passo um vídeo educativo, enriquecendo a proposta.

Ainda antes de dar início ao processo prático, preencho o ambiente com uma música própria para cada tipo de atividade. Escutamos por alguns instantes, tentando priorizar o silêncio com o propósito de acalmar a mente e o corpo, para, enfim, dar início ao desenvolvimento criativo.

O fazer corre por conta da criatividade e do entusiasmo da criança pela atividade. Nesse momento, a liberdade de expressão é não só respeitada como valorizada.

  • PROCESSO INDIVIDUAL

Finalizada a composição, cada criança falará sobre o que fez e apresentará para os demais do grupo. Assim, ela começa a se familiarizar com a tarefa de falar em público, justificar e argumentar perante os outros sua criação.

  • PROCESSO COLETIVO

Esse é o formato de criação mas corriqueiro, priorizo sempre o fazer coletivo, onde todos juntos em um sinergia consciente realizam as composições com maior envolvimento. Aprendem o valor do trabalho em equipe, como respeitar o próximo, e o mais importante não ter apego,  egoísmo, comparação e competitividade.

Durante o processo coletivo, sinto que as crianças realizam as composições de forma livre e expressando seus sentimentos com mais sinceridade. Quando alguma criança acaba agindo de má fé, os mesmos já resolvem entre si, as crianças sabem trabalhar  muito bem em equipe, nós adultos, que estamos desapropriando esse valor nato do ser humano, no processo de escolarização.

Exposição

A montagem da exposição muitas vezes é feita com os envolvidos. Noventa porcento dos trabalhos expostos são composições coletivas.  Os trabalhos individuais, acontecem mais  como registro após momentos de meditação, ou musicoterapia, esses vão para a pasta “portfólio” e eles levam no final de cada bimestre.

 

 

FullSizeRender

 

Painel coletivo – O menino e o mundo, 6 m x 2,5 m (fundamental I completo).

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios